Safra ruim no Brasil aumenta apetite de investidores por café robusta

terça-feira, 31 de maio de 2016 15:34 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Uma potencialmente desastrosa colheita brasileira de café robusta tem aguçado o apetite dos investidores, fazendo com que os especuladores se desfaçam de posições vendidas já estabelecidas e fiquem comprados.

Operadores relataram expectativas de uma queda acentuada na produção de robusta brasileiro, ou conilon, devido ao segundo ano consecutivo de seca, elevando os prêmios físicos muito acima dos produtores competidores.

"A nova safra de conilon é universalmente aceita como uma muito ruim, com estimativas variando entre 10 milhões e 13 milhões de sacas de 60 kg", disse um operador em Londres.

Operadores europeus do mercado físico de café cotaram a nova safra de conilon em cerca de 250 dólares acima dos contratos futuros para julho, comparado com cerca de 40 dólares acima para o robusta do Vietnã, o maior produtor, e 120 dólares acima para a oferta indiana.

Os operadores do mercado físico acreditam que boa parte da mais recente safra de café robusta permanecerá no Brasil, o segundo maior consumidor de café do mundo, uma vez que não é competitiva no mercado internacional.

(Por David Brough)