Leilão de linhas de energia é adiado; Aneel quer votar edital na próxima terça

terça-feira, 31 de maio de 2016 17:21 BRT
 

(Reuters) - Um leilão para a concessão de novas linhas de transmissão previsto para 1° de julho será adiado devido a ajustes em andamento na receita de alguns empreendimentos que serão oferecidos a investidores, afirmou a assessoria de imprensa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta terça-feira.

O adiamento, no entanto, deve ser por um curto tempo, uma vez que o órgão regulador prevê aprovar o edital da licitação em breve, provavelmente na próxima terça-feira, em reunião semanal de sua diretoria.

O edital precisa ser publicado ao menos 30 dias antes do leilão.

Segundo a Aneel, os ajustes são conduzidos por sua área técnica, principalmente para adequar a receita de empreendimentos que foram oferecidos no primeiro certame do ano e não tiveram ofertas de investidores, para que sejam novamente licitados.

A aprovação do edital estava prevista para esta terça-feira, mas o item foi retirado da pauta da reunião da diretoria da agência.

O primeiro leilão de linhas de transmissão do ano, em 13 de abril, ofereceu 24 lotes de empreendimentos, que demandariam 12,2 bilhões de reais em investimentos. Desses, 14 foram arrematados, em linhas que devem demandar cerca de 6,7 bilhões de reais para serem construídas.

(Por Luciano Costa)