Expansão da indústria da zona do euro continuou fraca em maio, mostra PMI

quarta-feira, 1 de junho de 2016 07:10 BRT
 

Por Jonathan Cable

LONDRES (Reuters) - A atividade industrial da zona do euro permaneceu fraca em maio, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), confirmando a visão de que o forte crescimento econômico no primeiro trimestre não avançou para o segundo.

O PMI final de indústria da zona do euro caiu para a mínima de três meses, de 51,5, contra 51,7 em abril, inalterado ante a projeção preliminar.

"A indústria na zona do euro permaneceu em um estado de quase estagnação em maio, sem conseguir sair da fase de crescimento lento que afeta os produtores desde fevereiro", disse o economista-chefe do Markit, Chris Williamson.

O subíndice que mede a produção industrial confirmou a leitura preliminar de uma queda para 52,4, ante 52,6 em abril. Leitura acima de 50 indica crescimento.

A desaceleração se deu apesar de as fábricas cortarem seus preços de novo. O índice que mede os preços de produção subiu para 48,8 de 47,4, permanecendo abaixo da marca de 50 pelo nono mês.