Premiê japonês Abe adia aumento de impostos sobre vendas até outubro de 2019

quarta-feira, 1 de junho de 2016 07:35 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, anunciou nesta quarta-feira o adiamento da alta do imposto sobre vendas por dois anos e meio, colocando planos para um reforma fiscal em segundo plano em meio à fraqueza da economia.

Abe fez o esperado anúncio em entrevista coletiva transmitida nacionalmente por TV.

(Reportagem de Linda Sieg, Leika Kihara e Tetsushi Kajimoto)