Temer diz que serão mantidos percentuais para Saúde e Educação no Orçamento

quarta-feira, 1 de junho de 2016 10:36 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente interino Michel Temer afirmou nesta quarta-feira que a proposta de limitar o aumento de gastos públicos não vai mexer no atual percentual referente às áreas de Saúde e Educação, e reafirmou que seu governo manterá as políticas sociais.

Temer afirmou ainda, em cerimônia de posse dos novos presidentes da Petrobras, do BNDES, da Caixa e do Banco do Brasil no Palácio do Planalto, que o Brasil se encontra mergulhado em uma das grandes crises da sua história e que é preciso recuperar a confiança do povo brasileiro e o caminho do crescimento e da geração do emprego.

O presidente interino também alertou que a inflação ainda inspira vigilância.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu e Marcela Ayres)

 
Presidente interino Michel Temer. 24/05/2016. REUTERS/Adriano Machado/File Photo