Presidente de Furnas, da Eletrobras, pediu para deixar o cargo, diz fonte

quarta-feira, 1 de junho de 2016 16:05 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente de Furnas, subsidiária da Eletrobras, pediu demissão do cargo na elétrica, para o qual foi indicado pela presidente afastada Dilma Rousseff, em meio à mudança de governo no Brasil, afirmou à Reuters uma fonte com conhecimento do assunto nesta quarta-feira.

Flávio Decat, que comanda a elétrica desde o início de 2011, já manifestou o desejo de deixar a presidência da companhia e aguarda uma definição sobre sua substituição para efetivar a saída. "Ele não sabe exatamente quando isso vai ser homologado e quem será o substituto. É um papel do novo governo", disse a fonte, sob a condição de anonimato.

(Por Rodrigo Viga Gaier)