Bolsas da chinesas têm alta, mas preocupações com economia limitam ganhos

quinta-feira, 2 de junho de 2016 07:40 BRT
 

XANGAI/HONG KONG (Reuters) - As bolsas de valores da China tiveram ligeira alta nesta quinta-feira, mas os ganhos foram limitados pelas preocupações com a fraqueza da atividade industrial, que sugere que a segunda maior economia do mundo ainda enfrenta dificuldades para ganhar mais força.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, e o indicador de Xangai tiveram leve avanço.

Pesquisas oficiais e privadas sobre a indústria divulgadas na quarta-feira mostraram sinais de que a atividade se estabilizou em maio, mas permaneceu fraca em meio à fraqueza da demanda tanto doméstica quanto externa.

O índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 0,11 por cento às 7:26 (horário de Brasília), também pressionado pelas pesquisas.

A economia global está presa em uma "armadilha de crescimento baixo", disse a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) na quarta-feira, pedindo aos governos que aumentem os gastos.

O índice japonês Nikkei fechou em queda após o dólar atingir mínima de duas semanas contra o iene. O movimento ocorreu depois que o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, anunciou oficialmente o esperado adiamento da alta de imposto sobre vendas.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 2,32 por cento, a 16.562 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,47 por cento, a 20.859 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,40 por cento, a 2.925 pontos.   Continuação...