Restoque e Inbrands iniciam discussões para fusão

quinta-feira, 2 de junho de 2016 18:55 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Restoque e a Inbrands assinaram nesta quinta-feira memorando de entendimentos visando a combinação de seus negócios e discutirão as bases jurídicas e econômicas da operação nas próximas semanas.

"Posteriormente à eventual efetivação desta transação, a companhia resultante considerará a possibilidade de captar recursos por meio de uma oferta pública de ações com a ancoragem dos principais acionistas das companhias", disseram as empresas de moda em fato relevante conjunto enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta quinta-feira.

As ações da Restoque, que não são listadas no Ibovespa, subiram 16,2 por cento nesta quinta-feira, sob expectativas ligadas à potencial transação.

O negócio deve trazer "uma série de ganhos de sinergia", de acordo com as companhias. Além disso, as marcas são complementares, o que permite diversificação do perfil de clientes e posicionamento de mercado alinhado.

Em 2015, a receita bruta de vendas da Restoque foi de 1,67 bilhão de reais, enquanto a da InBrands foi de 1,15 bilhão de reais. A Restoque tinha então 328 lojas próprias e 24 franquias, enquanto a Inbrands tinha 197 lojas e 178 franquias.

(Por Juliana Schincariol)