Índice chinês tem maior ganho semanal desde março por possível inclusão no MSCI

sexta-feira, 3 de junho de 2016 08:10 BRT
 

XANGAI (Reuters) - As ações chinesas tiveram seu maior ganho semanal desde março, impulsionadas por crescentes esperanças de que o MSCI adicione papéis do país a seu índice neste mês, revivendo o interesse estrangeiro no mercado em dificuldades.

O índice de blue-chips da China CSI 300 subiu 4,1 por cento na semana. Já o SSEC avançou 4,2 por cento na semana, interrompendo série de seis quedas semanais consecutivas.

Mas os ganhos foram limitados nesta sexta-feira por preocupações com a desaceleração da economia e com a pressão para que o iuan se desvalorize.

No restante do continente, as ações avançavam enquanto investidores aguardavam a divulgação de dados sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos ainda nesta sexta-feira.

O índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 0,43 por cento às 8:07 (horário de Brasília).

A atividade contida em muitos mercados salientava a apreensão dos investidores com as crescentes chances de uma alta de juros do Federal Reserve, banco central norte-americano, no curto prazo.

Os mercados esperam que os dados de emprego mostrem criação de cerca de 164 mil vagas fora do setor agrícola dos EUA, com aumento de 0,2 por cento na renda salarial média em maio.

O dado será seguido de discurso da chair do Fed, Janet Yellen, na segunda-feira, a última chance de o banco central comunicar-se com os mercados antes de um período de silêncio antes de sua reunião em 14 e 15 de junho.