Rosengren, do Fed, cita relatório de emprego, mas diz que alta de juros nos EUA está perto

segunda-feira, 6 de junho de 2016 07:29 BRT
 

HELSINQUE (Reuters) - A recuperação da economia dos Estados Unidos deixou o Federal Reserve mais perto de elevar a taxa de juros, embora o relatório fraco de emprego do mês passado possa dar uma pausa nesse sentido, afirmou nesta segunda-feira o presidente da regional de Boston do banco central norte-americano, Eric Rosengren.

Falando na Finlândia, Rosengren deu a mais recente indicação de que, embora o Fed permaneça no caminho de continuar a apertar a política monetária, provavelmente não fará isso na reunião de 14 e 15 de junho.

"Ultimamente, os dados econômicos têm sido instáveis", com o relatório de emprego de maio "decepcionante", disse Rosengren, votante "dovish" este ano, em uma conferência.

O relatório mostrando que a economia dos EUA criou apenas 38 mil vagas de trabalho em maio, junto com a votação neste mês sobre a permanência da Grã-Bretanha na União Europeia, convenceu a maioria dos economistas de que o Fed vai aguardar até julho ou setembro para elevar os juros de novo depois de fazer isso em dezembro.

(Reportagem de Tuomas Forsell e Jussi Rosendahl)