Dólar recua ante real antes de Yellen e com exterior; política local gera cautela

segunda-feira, 6 de junho de 2016 10:35 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar recuava frente ao real nesta segunda-feira, antes de discurso da chair do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, Janet Yellen, e em meio à alta dos preços de commodities incluindo o petróleo.

O cenário político brasileiro ainda alimentava cautela entre os investidores, com mais notícias sobre denúncias envolvendo figuras do governo e da oposição.

Às 10:30, o dólar recuava 0,29 por cento, a 3,5147 reais na venda, após chegar a 3,5114 reais na mínima da sessão.

O dólar futuro caía cerca de 0,35 por cento.

"O panorama global continua mais positivo hoje e isso favorece o real", resumiu o operador da corretora Intercam Glauber Romano.

O dólar havia recuado 1,74 por cento frente ao real na sexta-feira, maior queda diária desde 19 de abril, após dados fracos sobre o mercado de trabalho norte-americano enfraquecerem as expectativas de aumento de juros no curto prazo na maior economia do mundo.

Yellen falará sobre as perspectivas econômicas e a política monetária às 13:30 (horário de Brasília) e invetidores buscarão no discurso mais pistas sobre os próximos passos dos juros nos EUA.

A manutenção de juros baixos nos EUA tende a ajudar moedas como o real, que se beneficiam de juros elevados em seus países de origem.

A baixa da moeda norte-americana também contribuía para sustentar os preços do petróleo ao incentivar a demanda pela commodity, impulsionada por ataques à infraestrutura na Nigéria.   Continuação...