Bolsas nos EUA sobem e S&P 500 encerra na máxima de 7 meses após comentários de Yellen, do Fed

segunda-feira, 6 de junho de 2016 18:39 BRT
 

(Reuters) - O S&P 500 encerrou na pontuação máxima em 7 meses nesta segunda-feira, após a chair do Federal Reserve, Janet Yellen, pintar um cenário mais otimista para a economia dos Estados Unidos, mas sem indicar quando será o novo aumento dos juros.

O índice Dow Jones subiu 0,64 por cento, a 17.920 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,49 por cento, a 2.109 pontos, a máxima em sete meses. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,53 por cento, a 4.968 pontos.

As observações de Yellen, que provavelmente foram seus últimos comentários públicos antes da reunião de política monetária na próxima semana, seguiram um sombrio relatório mensal sobre empregos, divulgado na sexta-feira, que aumentou as preocupações sobre a capacidade da economia de absorver um aumento de taxas já em junho.

Yellen disse que o relatório de empregos foi "decepcionante', mas disse que "não se deve colocar tanto significado em um único relatório".

"Eu acho que ela ainda está comprometida com os aumentos, mas ela está enfatizando que não há uma linha do tempo. Ela não disse 'nos próximos meses', o que é dovish", disse o vice presidente sênior do BB&T Wealth Management, Bucky Hellwig.

As ações de energia também impulsionaram o mercado após o petróleo encerrar em alta pela terceira sessão consecutiva. O índice de energia do S&P subiu 2 por cento, liderando ganhos no S&P 500.

(Por Caroline Valetkevitch; reportagem adicional por Yashaswini Swamynathan)