Bovespa fecha em leve alta em sessão de giro fraco, com política e exterior dividindo foco

terça-feira, 7 de junho de 2016 17:50 BRT
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou com o seu principal em leve alta, após sessão sem tendência definida e giro financeiro fraco, com investidores embolsando lucros e ponderando o tumultuado quadro político doméstico e o viés externo positivo.

O Ibovespa subiu 0,11 por cento, a 50.487 pontos.

O volume financeiro somou 5,06 bilhões de reais, contra média diária de 2016 de 7 bilhões de reais.

A Procuradoria Geral da República (PGR) pediu a prisão do presidente do Senado, Renan Calheiros, do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha, do ex-presidente da República José Sarney e do senador Romero Jucá no âmbito da operação Lava Jato, segundo reportagens publicadas nesta terça-feira.

A ação do PGR trouxe apreensão quanto a eventuais impactos negativos para a aprovação de medidas do governo no Congresso Nacional, pois atinge a cúpula do PMDB, partido do presidente interino Michel Temer, e importantes articuladores políticos.

"As dificuldades inerentes de um sistema político cujos alicerces se assentam em areia movediça impedem os cenários mais otimistas de se realizar", disse a Verde Asset Management em seu relatório de gestão do Fundo Verde (Verde FIC FIM) de maio.

Investidores também acompanharam a sabatina do indicado à presidência do Banco Central, Ilan Goldfajn, na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, onde ele foi aprovado. Ilan afirmou que o objetivo da autoridade monetária será o de cumprir plenamente a meta de inflação "mirando o seu ponto central".

No exterior, o índice acionário norte-americano S&P 500 fechou em alta de 0,13 por cento, na máxima desde julho de 2015, amparado no avanço de ações de energia, conforme os preços do petróleo atingiram máximas de 2016.   Continuação...