Geadas no Paraná se expandem e avançam para área de milho, diz Simepar

quarta-feira, 8 de junho de 2016 09:34 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Uma massa de ar frio estabeleceu-se e ampliou a previsão de geadas no Paraná, que deverão atingir a maioria das regiões do Estado até o final de semana, com maior intensidade ao sul, informam previsões atualizadas na manhã desta quarta-feira pelo Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar).

De acordo com os dados, há possibilidade de que as geadas avancem com intensidade forte em importantes áreas agrícolas na quinta-feira, como Cascavel, Castro e Ponta Grossa, o que pode gerar riscos à produção de milho.

"A massa de ar frio se estabeleceu de vez sobre o continente e a previsão para a formação de geadas se expande para a maioria das regiões paranaenses, excetuando-se o litoral", afirmou o Simepar na previsão para quinta-feira.

Segundo o serviço, "a grande maioria das regiões seguem sujeitas à formação de geadas" também na sexta-feira, enquanto o fim de semana deverá iniciar "com muito frio no Paraná e previsão para a formação de geadas em áreas amplas".

Segundo o meteorologista Paulo Ricardo Bardou Barbieri, do Simepar, a massa de ar polar que atua no Sul e em parte do Sudeste do país chegou a fazer com que temperaturas negativas fossem registradas nas regiões centro-sul e sul do Paraná na última madrugada.

Na terça-feira, o Simepar projetava geadas moderadas entre o centro e o sul e parte do oeste do Paraná.

O Estado poderá colher 12,8 milhões de toneladas na segunda safra de milho, de um total de quase 53 milhões de toneladas previstas para esta safra do cereal em todo o país, segundo estimativa do Ministério da Agricultura divulgada no mês passado.

(Por Luciano Costa)