Daimler Trucks cortará mais postos de trabalho no Brasil

quarta-feira, 8 de junho de 2016 11:32 BRT
 

STUTTGART, Alemanha (Reuters) - A divisão de caminhões da Daimler cortará mais 2 mil postos de trabalho no Brasil, além dos 1.240 cortes nos Estados Unidos e no México anunciados na terça-feira, buscando lidar com a fraqueza dos mercados na região.

O presidente-executivo da Daimler Trucks, Wolfgang Bernhard, disse em evento com investidores perto de Stuttgart, na Alemanha, que os 2 mil postos de trabalho serão cortados no Brasil a um custo de 100 milhões de euros em pagamentos. Isso eleva o número de postos de trabalho cortados na maior economia da América Latina para quase 5 mil desde o ano passado.

Ele também disse que não descartaria mais layoffs (suspensão de contratos) nos EUA se o mercado de caminhões naquele país encolher mais que os 15 por cento esperados neste ano.

A Daimler Trucks atualmente emprega 13.700 trabalhadores nos EUA e cerca de 11.500 no Brasil, disse uma porta-voz.

No mês passado, a Daimler alertou que as vendas e lucros na divisão de caminhões cairiam significativamente em 2016 devido à demanda mais fraca nos EUA e no Brasil.

No entanto, Bernhard negou que a companhia necessite tomar medidas mais drásticas.

"Não precisamos de um programa adicional, podemos reagir rapidamente e flexivelmente a condições de mercado em transformação", disse Bernhard, citando passos para reduzir as durações das montagens de caminhões e diminuir seu portfólio de veículos pesados.

"Se queremos permanecer competitivos, precisamos construir mais veículos com menos pessoas", disse Stefan Buchner, chefe regional da divisão de caminhões para Europa e América Latina.

(Por Ilona Wissenbach)