Produção da Petrobras cresce 6,2% em maio ante abril com avanço do pré-sal

quarta-feira, 8 de junho de 2016 12:49 BRT
 

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - A produção de petróleo da Petrobras no Brasil atingiu 2,16 milhões de barris por dia em maio, alta de 2,33 por cento ante o mesmo mês do ano passado e de 6,16 por cento ante abril, informou a companhia em comunicado nesta quarta-feira, com destaque para o desempenho das áreas na camada de pré-sal.

O avanço aconteceu apesar do recuo da extração de petróleo da empresa na Bacia de Campos em relação ao ano passado e após a empresa realizar importantes paradas programadas no início deste ano.

Campos produziu 1,42 milhão de bpd em maio, queda de 4 por cento ante maio de 2015, mas alta de 2,13 por cento em relação a abril.

Segundo a empresa, o volume total de petróleo produzido em maio, no Brasil, marcou a quinta maior média mensal da empresa.

"Esse crescimento deveu-se, principalmente, ao recorde na produção no pré-sal, com a entrada de novos poços conectados ao FPSO Cidade de Maricá, no campo de Lula, e ao retorno à operação de plataformas que estavam em parada programada e em manutenção corretiva em abril", afirmou a empresa em comunicado à imprensa.

A produção da Petrobras e suas sócias no pré-sal ultrapassou o patamar de 1 milhão de bpd pela primeira vez em 8 de maio, registrando média de 928 mil bpd no mês, uma expansão de 16 por cento ante abril. Somando a produção de gás, o pré-sal produziu média diária de 1,15 milhão barris de óleo equivalente por dia em maio.

"O custo médio de extração dos poços do pré-sal atingiu valor inferior a 8 dólares por barril de óleo equivalente e vem sendo reduzido gradativamente", afirmou a Petrobras.

Segundo a companhia, "a alta produtividade dos reservatórios do pré-sal... tem garantido uma expressiva redução dos investimentos nos projetos.. e aumentado a sua rentabilidade".

A Petrobras explicou que o tempo médio para construção de um poço atingiu 89 dias, o que representa uma redução de 71 por cento entre 2010 e 2016.   Continuação...