Vale diz que Moçambique aprova termos de processo de financiamento de Nacala

quarta-feira, 8 de junho de 2016 13:37 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A mineradora Vale informou nesta quarta-feira que superou importante etapa visando o financiamento do Corredor Logístico de Nacala, em Moçambique (África), com a aprovação dos termos e condições gerais da transação por ministros daquele país, mas destacou que operação não está concluída.

Em um esclarecimento enviado ao mercado, a Vale ressaltou que ainda serão necessários a negociação e o cumprimento de "diversas" condições para a conclusão da transação, mas não entrou em detalhes sobre o que estaria faltando.

O financiamento do empreendimento é importante para a conclusão de acordo fechado entre a Vale e a japonesa Mitsui, em 2014, que inclui a venda de uma participação na mina de carvão Moatize, em Moçambique, assim como uma fatia no projeto para escoamento da produção.

Em fevereiro, executivos da empresa afirmaram em conferência com analistas estarem confiantes em fechar o project finance do projeto nos meses seguintes, após questionamentos sobre o empreendimento e a demora para a conclusão do negócio.

No mesmo esclarecimento, a mineradora também comentou notícias na imprensa que afirmaram que o presidente do Brasil interino, Michel Temer, estaria fazendo investidas para retirar o cargo de presidente-executivo da Vale, Murilo Ferreira.

Segundo a mineradora, a Vale não realizou qualquer deliberação sobre a substituição de Ferreira, e nem recebeu comunicação de seus controladores sobre tal intenção.

(Por Marta Nogueira)