Investimento da América Móvil no Brasil pode cair até 20% em 2016, diz presidente

quarta-feira, 8 de junho de 2016 16:47 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os investimentos da América Móvil Brasil podem cair de 10 a 20 por cento esse ano dependendo do ritmo da economia no segundo semestre desse ano, de acordo com o presidente do grupo no país, José Félix, que estima retomada da atividade econômica em 2017.

Félix afirmou que inicialmente a previsão era manter o nível de investimentos feitos no ano passado, mas que agora um corte de 10 a 20 por cento pode acontecer.

"Vai depender do nosso crescimento. Se houver (corte) vai ser por causa da desaceleração econômica", disse a jornalistas o presidente do grupo que reúne as empresas Claro, Net e Embratel.

O executivo espera uma retomada mais intensa da economia no ano que vem. Em 2015, a economia brasileira encolheu 3,8 por cento e a previsão para este ano é de recessão de 3,7 por cento.

Desde 2015, a Claro vem perdendo base de clientes em TV por assinatura via satélite. As perdas nesse segmento foram mais sentidas em clientes das classes mais baixas de renda (C, D e E), mais afetados pelo cenário econômico adverso.

O executivo previu que a perda de clientes deve se estabilizar no terceiro trimestre.

OLIMPÍADAS

Executivos de Claro, Embratel e Net apresentaram nessa quarta-feira a estrutura do grupo para as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. Elas serão .   Continuação...