Vodafone venderá unidade na Nova Zelândia para Sky Network por US$2,4 bi

quinta-feira, 9 de junho de 2016 09:21 BRT
 

SIDNEY/WELLINGTON (Reuters) - A Vodafone acertou a venda de sua unidade na Nova Zelândia para a Sky Network Television, baseada em Auckland, por 2,4 bilhões de dólares em ações e dinheiro, pavimentando o caminho para um eixo de crescimento mais rápido dos mercados da gigante de telecomunicações britânica na Ásia.

O acordo, maior aquisição na Nova Zelândia neste ano, também fortalece a Sky conforme a maior provedora de TV paga do país busca combater a rápida ascensão de serviços de transmissão de mídia online como Netflix. As ações da Sky subiram 17,45 por cento.

Sob os termos do acordo anunciado nesta quinta-feira, a Sky comprará a maior fornecedora de telefonia móvel da Nova Zelândia por 3,4 bilhões de dólares neozelandeses no total, dos quais 1,3 bilhão em dinheiro , a serem financiados por nova dívida, e o restante em novas ações da Sky.

O acordo está sujeito a aprovação regulatória.

Embora a Vodafone vá deter 51 por cento da entidade combinada se o acordo for aprovado, analistas disseram que ele abre o caminho para que a empresa britânica saia de um mercado que há muito tempo considera não essencial, com a eventual venda de sua fatia em uma empresa com ações listadas.

(Por Byron Kaye e Rebecca Howard)

 
Logo da Vodafone visto em Madri.     13/04/2016     REUTERS/Andrea Comas