Temer leva na 4ª ao Congresso proposta de controle de gastos e cancela viagem ao Nordeste

sexta-feira, 10 de junho de 2016 13:41 BRT
 

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente interino Michel Temer levará pessoalmente ao Congresso, na quarta-feira, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que limita o aumento de gastos da União, informaram à Reuters nesta sexta-feira duas fontes do Palácio do Planalto.

O presidente decidiu que levará pessoalmente ao Congresso a PEC que limita o aumento dos gastos do governo federal à variação da inflação de um ano para outro.

Segundo uma das fontes, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, deve finalizar a proposta até terça-feira para que Temer possa levá-la aos líderes da base aliada.

Temer também cancelou a primeira viagem que faria como presidente interino, anunciada para a próxima terça-feira ao Nordeste, para que a equipe econômica possa rever exatamente o projeto que anunciaria, de renegociação da dívida de agricultores familiares.

Temer viajaria a Arapiraca (AL), onde faria o anúncio da renegociação das dívidas, e Floresta (PE), para uma visita a obras da transposição do São Francisco. De acordo com uma das fontes palacianas, no entanto, a equipe econômica pediu que fossem vetados pontos da proposta que aumentam os custos para a União.

A viagem de Temer ao Rio de Janeiro na próxima semana, no entanto, está mantida, mas foi antecipada de quarta para terça-feira. O presidente interino vai visitar o Parque Olímpico e encontrar o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach.

 
Presidente interino Michel Temer no Palácio do Planalto em Brasília. 02/06/2016 REUTERS/Ueslei Marcelino