Dólar sobe ante real pelo 2º dia com exterior e cautela política, mas recua na semana

sexta-feira, 10 de junho de 2016 17:18 BRT
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em alta frente ao real nesta sexta-feira, dando continuidade ao movimento da sessão anterior em meio ao ambiente externo desfavorável e à cautela com o cenário político nacional.

O dólar avançou 0,81 por cento, a 3,4310 reais na venda, após atingir 3,4491 reais na máxima da sessão. A moeda norte-americana havia subido 1 por cento na sessão passada. Na semana, o dólar acumulou queda de 2,66 por cento.

O dólar futuro avançava cerca de 0,7 por cento no fim da tarde.

"O movimento de aversão ao risco permanece, mas o BC continua silencioso", resumiu o superintendente de câmbio da corretora Intercam, Jaime Ferreira.

A divisa norte-americana novamente avançou em relação às principais moedas emergentes, com investidores preferindo a segurança do dólar. O movimento vinha menos de duas semanas antes do referendo que decidirá sobre a permanência da Grã-Bretanha na União Europeia e em linha com a queda dos preços do petróleo.

Pesquisa divulgada nesta tarde mostrou vantagem de 10 pontos da opção pela saída da UE e levou o dólar às máximas da sessão, embora a moeda norte-americana tenha perdido fôlego em seguida.

"Houve uma fuga para ativos de qualidade alta, e o real não se enquadra nessa categoria", disse o superintendente de derivativos de uma corretora internacional.

Operadores também favoreceram estratégias defensivas diante da instabilidade política no Brasil. A presidente afastada Dilma Rousseff defendeu a realização de uma consulta popular sobre a antecipação das eleições presidenciais de 2018 caso retorne ao Palácio do Planalto.   Continuação...