Elétrica CEB contratará assessoria para vender ativos de geração e gás

terça-feira, 14 de junho de 2016 11:49 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Companhia Energética de Brasília (CEB), controlada do governo do Distrito Federal responsável pelo fornecimento de eletricidade na capital, vai contratar uma assessoria para vender ativos nas áreas de geração de energia e gás natural, informou a empresa em comunicado ao mercado nesta terça-feira.

Com o anúncio, a companhia junta-se a uma já numerosa lista de elétricas que tentam fazer caixa com a venda de ativos em meio a dificuldades para tocar investimentos em um cenário de recessão e altas taxas de juros.

"A companhia iniciará o processo de contratação de empresa independente e com notória especialização para conduzir as etapas do processo de alienação", disse a CEB.

A elétrica, que tem passado por dificuldades financeiras, pretende se desfazer de participações acionárias detidas em usinas hidrelétricas e da subsidiária Companhia Brasiliense de Gás (CEBGás), que distribui gás canalizado no Distrito Federal e tem como sócias Termogás e Gaspetro.

A CEB detém a concessão da hidrelétrica Paranoá, de 30 megawatts em potência, e da termelétrica Brasília, com 10 megawatts em capacidade, além de participações minoritárias em outras usinas hídricas.

A contratação de assessoria na venda de ativos envolverá due dilligences contábeis e jurídicas, avaliações econômico-financeiras, estudos técnicos e jurídicos e modelagem da alienação das participações.

"As condições para as alienações das participações acionárias da CEB dependem da oportuna aprovação das instâncias decisórias da companhia", ressaltou a CEB no comunicado.

O governo do Distrito Federal, que possui mais de 80 por cento da CEB, sancionou em dezembro lei que autoriza a venda de ativos da empresa.

(Por Luciano Costa)