Saída da Grã-Bretanha da UE poderia diminuir 0,5 ponto do crescimento alemão

quarta-feira, 15 de junho de 2016 12:17 BRT
 

Por Michael Nienaber

BERLIM (Reuters) - A saída da Grã-Bretanha da União Europeia (UE) provavelmente resultará em maiores tarifas para exportação, reduzindo o comércio alemão e diminuindo em 0,5 ponto percentual o crescimento da maior economia europeia no próximo ano, disse nesta quarta-feira o instituto econômico DIW.

"O crescimento econômico da Alemanha será provavelmente robusto nesse ano e no próximo, desde que a saída (da Grã-Bretanha) seja evitada", disse o presidente do DIW, Marcel Fratzsche. "A saída poderia reduzir o crescimento da Alemanha em 0,5 ponto percentual só no próximo ano devido a menos exportações."

O instituto aumentou ligeiramente sua projeção para o crescimento alemão em 2016 para 1,7 por cento, especialmente devido a um forte aumento inesperado da produção industrial no começo do ano.

Para 2017, O DIW espera que o crescimento alemão diminua para 1,4 por cento, em parte devido a fatores independentes, como um maior número de feriados em dias úteis no próximo ano.

Quanto à votação da Grã-Bretanha, um estudo do DZ Bank mostrou que a saída da UE poderia custar 45 bilhões de euros para a Alemanha até o final de 2017. Isso porque as exportações do país serão afetadas nesse momento pela demanda já decrescente de mercados emergentes como a China.