Aneel prevê concluir processo de retomada de concessões da Abengoa em até 3 meses

quarta-feira, 15 de junho de 2016 13:20 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve concluir em dois a três meses o processo de retomada das concessões dos ativos ainda não em operação da companhia espanhola Abengoa no Brasil, disse nesta quarta-feira o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, durante audiência pública no Senado.

Rufino disse ainda que não foi possível chegar, até o momento, a uma solução de mercado para esses ativos, que incluiria a negociação dos empreendimentos da empresa em dificuldades financeiras, que paralisou obras no país.

Segundo ele, porém, a negociação de empreendimentos da Abengoa ainda é aguardada para as concessões da empresa que já estão em operação e geram receitas.

Ele não entrou em detalhes sobre como estão as negociações.

A chinesa State Grid é uma das principais interessadas nos ativos operacionais da Abengoa no Brasil.

Segundo Rufino, os ativos que estão no escopo do processo de devolução para a União --para posterior relicitação-- são sete concessões na área de transmissão cujas obras foram suspensas.

A Abengoa, que está em processo de recuperação judicial, paralisou todos os projetos no Brasil, onde atuava principalmente no setor de transmissão de energia elétrica.

LEILÃO DE NOVAS LINHAS   Continuação...