Bons preços estimulam expansão de área de grãos no Brasil em 16/17, diz secretário

quinta-feira, 16 de junho de 2016 11:41 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os atuais patamares de preços praticados no mercado de grãos são favoráveis aos agricultores e devem estimular um crescimento de cerca de 3,5 por cento na área plantada no Brasil para a próxima safra, principalmente de soja e milho, afirmou nesta quinta-feira o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller.

O secretário, que participou de evento sobre agronegócio na BM&FBovespa, apresentou uma projeção de que a próxima safra, cujo plantio tem início em setembro, deverá ter um aumento de 2 milhões de hectares em área plantada, para pouco mais de 60 milhões de hectares.

Ele não entrou em detalhes sobre expectativas de produção.

Geller também comentou a crise de oferta de milho que tem atingido o mercado brasileiro recentemente, e disse que os preços do cereal já começaram a cair devido à entrada da colheita no Mato Grosso e no Paraná, embora ainda estejam historicamente elevados.

Para o secretário, o redirecionamento de milho voltado à exportação para o mercado interno do Brasil foi um dos fatores que ajudou a pressionar os preços do cereal.

Ao comentar o elevado nível de preços do milho, Geller disse que a agroindústria brasileira tem que entender que não vai mais ter acesso ao cereal por preços baixos como anteriormente, conforme o país se consolida como um exportador do cereal.

(Por Roberto Samora)