Lagarde diz que riscos econômicos aumentam se Grã-Bretanha deixar UE

sexta-feira, 17 de junho de 2016 09:42 BRT
 

Por Kirsti Knolle

VIENA (Reuters) - A Grã-Bretanha vai enfrentar riscos econômicos maiores de decidir deixar a União Europeia do que se permanecer no bloco, disse nesta sexta-feira a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde.

"O risco econômico está firmemente para o lado de sair" do bloco, disse Lagarde em um painel em Viena sobre os desafios enfrentados pela Europa. "Há... um caso claro de como a Inglaterra tem se beneficiado, e vai continuar a se beneficiar de sua participação na União Europeia."

A participação na UE tem feito da Grã-Bretanha uma economia mais rica, mas também mais diversa, mais agitada e mais criativa.