Bovespa tem 5ª alta consecutivo com exterior positivo e redução de perdas de bancos

terça-feira, 21 de junho de 2016 17:52 BRT
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa brasileira fechou em alta de 1 por cento nesta terça-feira, ajudada pelo dia positivo no exterior e pela devolução de perdas de ações de bancos, com a amenização de preocupações sobre as possíveis repercussões do pedido de recuperação judicial da operadora de telefonia Oi.

O Ibovespa subiu 1,01 por cento, a 50.837 pontos, na quinta alta consecutiva. O giro financeiro totalizou 5,65 bilhões de reais.

As bolsas norte-americanas subiram, após a chair do Federal Reserve, Janet Yellen, ter reiterado uma postura cautelosa para elevar os juros, enquanto o banco central norte-americano busca confirmação de que a recuperação econômica do país continua nos trilhos. O avanço em Wall St e nas bolsas europeias, diante de menores temores de que a Grã-Bretanha vá votar pela saída da União Europeia, ajudou a Bovespa a mudar o sinal para o positivo.

A bolsa paulista chegou a cair mais de 1 por cento mais cedo. O pedido de recuperação judicial da Oi, maior concessionária de telefonia do país, repercutiu nas ações de bancos devido à perspectiva de que as instituições aumentem provisões para perdas com empréstimos, mas também por conta do temor de que outras empresas endividadas possam seguir o mesmo caminho da operadora.

"O mercado teme um risco de contaminação nos bancos, vemos empresas no Brasil extremamente endividadas e portanto isso acaba deixando o investidor um pouco mais temeroso", disse o analista Raphael Figueredo, da Clear Corretora.

O presidente da associação de bancos Febraban, Murilo Portugal, afirmou em evento mais cedo, em São Paulo, que o sistema financeiro do país está preparado para uma eventual sequência de pedidos de recuperação judicial por parte de grandes empresas brasileiras.

DESTAQUES   Continuação...