Justiça suspende ações contra Oi por 180 dias enquanto analisa pedido de recuperação

quarta-feira, 22 de junho de 2016 10:03 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Justiça do Rio de Janeiro suspendeu por 180 dias ações e execuções contra o grupo de telecomunicações Oi, enquanto analisa dezenas de milhares de páginas do pedido de recuperação judicial da companhia, o maior da história do país.

A suspensão ocorreu por determinação do juiz Fernando Cesar Ferreira Viana, da 7ª vara empresarial do Rio de Janeiro, que aceitou pedido de tutela de urgência afirmando em sua decisão que a análise das 89 mil páginas de documentos encaminhados pela Oi "demandará um período de tempo".

A Oi encaminhou o pedido de proteção contra falência na segunda-feira, informando passivos de 65,4 bilhões de reais.

A decisão de Viana, tomada na noite de terça-feira, teve como objetivo evitar que novas ações judiciais sejam realizadas entre o pedido de recuperação judicial e a eventual aceitação dele.

A companhia marcou para 22 de julho assembleia extraordinária de acionistas para aprovar o pedido de recuperação judicial.

(Por Alberto Alerigi Jr.)