Índice europeu fecha longe das máximas; preocupações com referendo britânico ressurgem

quarta-feira, 22 de junho de 2016 14:25 BRT
 

Por Danilo Masoni e Sudip Kar-Gupta

MILÃO/LONDRES (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou em alta nesta quarta-feira, mas terminou o dia longe das máximas após os resultados de uma pesquisa de opinião reacenderem preocupações com a possibilidade de a Grã-Bretanha deixar a União Europeia horas antes do início da votação em referendo sobre o tema.

O índice FTSEurofirst 300 avançou 0,47 por cento, a 1.342 pontos. O ínidce STOXX 600 subiu 0,38 por cento, a 341 pontos, após chegar a subir 1 por cento durante a sessão ao maior nível em quase duas semanas.

Os dois índices subiram nas últimas quatro sessões conforme perdiam força as preocupações com a possibilidade de a Grã-Bretanha decidir deixar o bloco econômico, após atingirem mínimas em quatro meses na semana anterior.

O levantamento mais recente, da Opinium, mostrou o voto pela saída do bloco com liderança de um ponto percentual, a 45 por cento, enquanto o voto pela permanência somava 44 por cento.

Bancos e seguradoras estiveram entre os maiores ganhos setoriais, subindo 1 e 0,8 por cento, respectivamente, mas ambos fecharam longe das máximas.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,56 por cento, a 6.261 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,55 por cento, a 10.071 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,29 por cento, a 4.380 pontos.   Continuação...