Brasil está perto de abrir mercado de carne bovina in natura dos EUA, diz ministro

quinta-feira, 23 de junho de 2016 13:46 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O governo brasileiro está perto de concluir a abertura do mercado dos Estados Unidos para a carne bovina in natura nacional, acabando com uma restrição de longa data ao produto do país, líder na exportação global.

"Temos uma missão que está indo (para os EUA)... para finalizar esse acordo, e nós poderemos então vender carne para os Estados Unidos", afirmou o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, nesta quinta-feira, ressaltando que irá aos EUA na próxima semana para definir o assunto.

Segundo ele, os EUA já aceitaram, e "a bola está conosco". O Brasil já vende carne bovina processada aos norte-americanos.

A abertura do mercado dos EUA à carne in natura do Brasil havia sido esperada para o ano passado, após anos de negociações, mas o assunto não avançou.

"A recíproca também será verdadeira. Eles também poderão vender para nós, mas o Brasil é mais competitivo e ocupará algum espaço lá nos Estados Unidos", acrescentou ele a jornalistas.

No ano passado, quando o assunto veio à tona, o Ministério da Agricultura chegou a afirmar que a exportação aos EUA teria potencial de movimentar cerca de 40 mil toneladas ao ano, inicialmente.

As exportações brasileiras de carne bovina somaram 1,4 milhão de toneladas no ano passado.

(Por Leonardo Goy)