Ministro das Finanças britânico diz que haverá mais volatilidade mas que economia é forte

segunda-feira, 27 de junho de 2016 07:47 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O ministro das Finanças britânico, George Osborne, afirmou que o voto do Reino Unido para deixar a União Europeia deve levar a mais volatilidade nos mercados financeiro mas disse que a quinta maior economia do mundo vai lidar com os desafios à frente.

Osborne, que falou publicamente pela primeira vez desde que o Reino Unido votou por deixar o bloco na quinta-feira, disse que o governo preparou fortes planos de contigência e que há mais medidas que o governo e o banco central podem adotar.

"Nossa economia está tão forte quanto poderia estar para confrontar o desafio que nosso país agora enfrenta", disse ele em entrevista coletiva no Ministério das Finanças nesta segunda-feira.

O futuro de Osborne como ministro das Finanças está em dúvida já que ele está do lado perdedor do referendo.

Durante a campanha ele disse que teria que elevar impostos e cortar gastos no caso de uma votação para deixar a UE. Nesta segunda-feira, ele disse que o governo deveria esperar o sucessor do primeiro-ministro, David Cameron, antes de decidir em como mudar seus planos fiscais em resposta à esperada desaceleração da economia.

(Reportagem de William James e Costas Pitas)

 
Ministro das Finanças britânico, George Osborne, durante evento em Londres.    27/06/2016     REUTERS/Stefan Rousseau/Pool