Acionistas com 52% da Estácio apoiam venda para Kroton; oferta hostil é possível, diz fonte

segunda-feira, 27 de junho de 2016 17:05 BRT
 

Por Juliana Schincariol

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Acionistas que representam 52 por cento do capital da Estácio Participações apoiam a venda da empresa privada de ensino superior para a rival Kroton Educacional, disse à Reuters nesta segunda-feira uma fonte a par dos planos da Kroton, acrescentando que a pretendente cogita fazer uma oferta hostil se necessário.

Nesta manhã, a família Zaher, que possuí cerca de 14 por cento da Estácio e que se opõe à venda da empresa para a Kroton, disse que avalia lançar uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) para assumir o controle da companhia sediada no Rio de Janeiro.

A fonte a par dos planos da Kroton, que falou sob condição de anonimato, disse à Reuters que a proposta da empresa de trocar 1,25 ação de sua emissão para cada papel da Estácio pode ser levada diretamente aos acionistas, o que configuraria uma oferta hostil sem necessidade de consentimento do Conselho de Administração da empresa-alvo.

O Conselho da Estácio vai se reunir na quinta-feira, dia 30, para discutir as propostas de compra da empresa, segundo uma outra fonte.

Além da eventual oferta dos Zaher e da proposta já oficial da Kroton, a Ser Educacional apresentou uma oferta de associação à Estácio.

(Edição de Cesar Bianconi)