Wall St sofre forte queda em dois dias após referendo britânico

segunda-feira, 27 de junho de 2016 18:22 BRT
 

(Reuters) - Os mercados acionários dos Estados Unidos caíram novamente nesta segunda-feira, após o chocante voto do Reino Unido para deixar a União Europeia (UE) provocar a pior queda em dois dias nos principais índices em cerca de 10 meses.

Os três principais índices acionários recuaram pelo menos 1,5 por cento, na onda do referendo de quinta-feira que agitou os mercados globais e levou os investidores a buscar ativos seguros.

O índice Dow Jones caiu 1,5 por cento, a 17.140 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 1,81 por cento, a 2.000 pontos.

O Nasdaq teve o pior desempenho entre os índices, caindo 2,41 por cento, a 4.594 pontos, em meio a receios de que a decisão britânica possa atingir os gastos com investimentos nos negócios do setor de tecnologia.

Além de tecnologia, os setores de matérias-primas, financeiro e energia apresentaram os piores desempenhos.

"A força continua sendo de queda porque continua a haver muita incerteza", disse o diretor de investimentos da North Star Investment Management, Eric Kuby. "É importante observar que é algo organizado. Não parece algo movido pelo pânico".

Desde o referendo britânico, o S&P 500 caiu 5,3 por cento, seu pior desempenho para o período de dois dias desde agosto de 2015.

(Por Lewis Krauskopf; reportagem adicional por Yashaswini Swamynathan)