Mercado chinês avança com autoridades buscando acalmar temores sobre Reino Unido

quarta-feira, 29 de junho de 2016 07:46 BRT
 

XANGAI/SYDNEY (Reuters) - As bolsas chinesas acompanharam os mercados globais e fecharam em alta, na máxima de três semanas nesta quarta-feira, com as autoridades buscando acalmar a ansiedade sobre potenciais mudanças na política cambial de Pequim após o referendo britânico.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,48 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,69 por cento.

Em um aparente esforço para aliviar os temores de uma rápida depreciação do iuan, os dois principais jornais oficiais dos mercados disseram em artigos na primeira página nesta quarta-feira que não há vendas de pânico do iuan e que as expectativas do mercado para o valor da moeda continuam estáveis.

Conforme o peso imediato da votação do Reino Unido pela saída da União Europeia perdia força, os investidores apostavam que os bancos centrais vão adotar mais medidas de estímulo e as bolsas asiáticas subiram.

Às 7:93, o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão tinha alta de 1,49 por cento.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,59 por cento, a 15.566 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,31 por cento, a 20.436 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,69 por cento, a 2.932 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,48 por cento, a 3.151 pontos.   Continuação...