Monsanto está em conversas com Bayer e outras empresas sobre opções alternativas

quarta-feira, 29 de junho de 2016 14:55 BRT
 

CHICAGO (Reuters) - A Monsanto afirmou nesta quarta-feira que está em negociação com a Bayer e outras companhias sobre opções estratégicas alternativas, um mês após a produtora de sementes norte-americana rejeitar uma oferta de 62 bilhões de dólares da empresa alemã.

As opções da Monsanto incluem junções com outras companhias e empresas no setor além da Bayer. Possíveis acordos podem envolver a Basf e desinvestimentos oriundos da fusão Dow/DuPont, segundo analistas.

A Monsanto, que também divulgou vendas abaixo do esperado pelo sexto trimestre seguido, disse que não há "atualização formal na proposta da Bayer", mas que as conversas vêm ocorrendo nas últimas semanas.

A indústria de sementes e agroquímicos, dominada há muito tempo por seis grandes empresas, tem sido sacudida por diversos grandes acordos no último ano, à medida que preços mais baixos das safras e o "aperto de cinto" dos produtores pressionam lucros. A Syngenta concordou, em fevereiro, em ser comprada pela ChemChina por 43 bilhões de dólares, enquanto a Dow Chemical e DuPont fecharam um acordo de megafusão de 130 bilhões de dólares no último ano.

A companhia norte-americana não havia aberto os livros mais de duas semanas após rejeitar a oferta, mas se manteve aberta a possíveis acordos, reportou a Reuters neste mês, citando fontes.

A Bayer, no entanto, não tem planos de elevar sua oferta sem revisar informações confidenciais da Monsanto, disseram as fontes.

(Por Karl Plume; reportagem adicional de Arathy S Nair, P.J. Huffstutter, Gregory Roumeliotis, Patricia Weiss e Ludwig Burger)