Justiça do Rio aceita pedido de recuperação judicial da Oi

quarta-feira, 29 de junho de 2016 20:32 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O juiz da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, Fernando Viana, deferiu nesta quarta-feira o pedido de recuperação judicial do Grupo Oi, formado pelas empresas Oi, Telemar Norte Leste, Oi Móvel, Copart 4 e 5 Participações, Portugal Telecom e Oi Brasil, destacando a importância da empresa para a economia brasileira.

A Oi, quarta maior operadora de telefonia móvel do país, pediu proteção contra falência na semana passada e informou passivos de 65,4 bilhões de reais.

Em sua decisão, o juiz afirmou que a companhia "alcança um universo colossal de 70 milhões de clientes, empregando mais de 140 mil brasileiros, com milhares de fornecedores, e ainda gera recolhimento de volume bilionário de impostos aos cofres públicos”, informou o Tribunal de Justiça, em nota.

O juiz determinou que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) apresente em cinco dias uma relação de até cinco empresas administradoras judiciais, que será avaliada pela Justiça para nomeação do administrador judicial.

(Por Juliana Schincariol)