Kroton melhora oferta e Conselho da Estácio aceita união

sexta-feira, 1 de julho de 2016 09:56 BRT
 

Por Alberto Alerigi

SÃO PAULO (Reuters) - A Kroton melhorou sua oferta e o Conselho de Administração da Estácio aceitou os novos termos para ser adquirida pela rival direta, em uma operação avaliada em cerca de 5,5 bilhões de reais.

A nova oferta da Kroton envolve relação de troca de 1,281 ação de sua emissão por cada papel da Estácio e também distribuição de dividendos extraordinários aos acionistas da Estácio de 170 milhões de reais, o que representa cerca de 0,55 real por papel da companhia. A ação da Kroton encerrou na véspera cotada a 13,60 reais.

A proposta anterior da Kroton contemplava relação de troca de 1,25 ação de sua emissão para cada ação da Estácio, sem pagamento de dividendo.

"O Conselho de Administração da Estácio, em reunião realizada ontem, manifestou que está de acordo com os termos econômicos da nova proposta da Kroton, desde que os demais termos da operação sejam estabelecidos de forma satisfatória", afirmou a Estácio em comunicado ao mercado nesta sexta-feira.

A Estácio informou ainda que seu Conselho vai se reunir em 8 de julho para avaliar todas as condições da proposta da Kroton, antes de convocar assembleia de acionistas da companhia.

A compra da Estácio vai reforçar o poder de mercado da Kroton com a adição de cerca de 600 mil alunos a sua base de 1 milhão de estudantes no país.

Os planos da Kroton ocorrem em meio à redução das verbas federais para o financiamento do ensino superior privado através do Fies e à recessão no Brasil, que trouxeram dificuldades ao setor de ensino superior privado na captação e na retenção de alunos. A Kroton tem operações de ensino presencial mais concentradas nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país, enquanto a Estácio possui campi em todos os Estados do Nordeste e em alguns da região Norte.

A nova oferta da Kroton veio pouco depois da rival de menor porte Ser Educacional ter elevado sua oferta na quarta-feira para pagamento de 1 bilhão de reais em dividendos extraordinários aos acionistas da Estácio e ter dado como prazo para ela o dia de 8 de julho.