Dólar passa a subir frente ao real após Ilan citar janela para redução de estoque de swaps

sexta-feira, 1 de julho de 2016 11:43 BRT
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar anulou a queda e passou a subir ante real após o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmar ao Valor PRO que foi aberta uma janela que permite a redução do estoque de swaps tradicionais, que equivalem a venda futura de dólares.

Mais cedo, o BC havia vendido a oferta total em leilão de até 10 mil swaps reversos, que equivalem a compra futura de dólares, mas investidores consideraram o lote pequeno e ajudou o dólar a cair no início dos negócios. Foi a primeira ação do BC no mercado sob a batuta de Ilan.

Às 11:33, o dólar avançava 0,57 por cento, a 3,2315 reais na venda, após chegar a 3,1966 reais na mínima do dia. A moeda norte-americana acumulou baixa de 11,05 por cento em junho, a maior queda mensal em 13 anos.

O dólar futuro subia cerca de 0,50 por cento.

"Ilan veio a público para forçar o câmbio a corrigir exageros, deixar claro que está de olho", disse o operador da corretora Spinelli José Carlos Amado.

Na entrevista, Ilan diz que foram abertas as condições internacionais e domésticas para reduzir os estoques de swaps cambiais e que seu objetivo era manter o regime de câmbio flutuante.

O BC não fazia leilão de swap reversos desde 18 de maio, mesmo diante do tombo recente do dólar. A ausência gerou entre investidores a percepção de que Ilan estaria mais disposto a tolerar cotações mais baixas do que seu antecessor, Alexandre Tombini.

Tombini fez uso intenso de swaps reversos para diminuir a exposição cambial do BC, com o estoque de swaps tradicionais caindo de mais de 100 bilhões de dólares no ano passado para pouco mais de 60 bilhões de dólares agora.   Continuação...