Brasil deve continuar com sobras de energia contratada até 2019, diz ONS

sexta-feira, 1 de julho de 2016 15:02 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Brasil deve continuar com sobras de energia elétrica contratada até 2019 devido à queda do consumo com a crise econômica e a forte elevação das tarifas no ano passado, disse nesta sexta-feira o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Eduardo Barata.

Barata, que participou de evento do setor, disse que o consumo atual é cerca de 10 por cento inferior ao que foi estimado na época em que as distribuidoras compraram energia antecipadamente em leilões para atender à demanda futura.

Barata espera uma retomada do PIB em breve para que a demanda por energia no país volte a crescer.

Ele disse que, do ponto de vista do abastecimento de energia, as sobras são um aspecto positivo da crise econômica.

"Esse é um aspecto positivo de um quadro econômico muito ruim...mas eu quero ter problema, que o PIB volte a crescer logo”, brincou.

NORDESTE

O diretor do ONS destacou que, apesar de haver uma sobra de energia de maneira geral, a região Nordeste vem enfrentando um momento complicado em razão do baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas.

Com a seca, o Nordeste está sendo sustentado por geração eólica e térmica, além do envio de energia por outras regiões.   Continuação...