Brasil tem superávit comercial recorde no 1º semestre, a US$ 23,635 bi

sexta-feira, 1 de julho de 2016 16:06 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A balança comercial brasileira fechou o primeiro semestre com superávit recorde de 23,635 bilhões de dólares, após saldo positivo de 3,974 bilhões de dólares em junho, melhora que veio principalmente do mergulho das importações diante da recessão econômica.

O resultado do acumulado do ano é o melhor para o período da série histórica iniciada em 1989 pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

O saldo do mês, divulgado nesta sexta-feira, veio em linha com a expectativa de superávit de 4 bilhões de dólares em pesquisa Reuters com especialistas.

No mês passado, as importações somaram 12,770 bilhões de dólares, com queda de 19,3 por cento sobre um ano antes pela média diária. No primeiro semestre, elas ficaram em 66,602 bilhões de dólares, despencando quase 30 por cento sobre o mesmo período de 2015 pela média diária em meio ao quadro de recessão pela qual passa o país.

Enquanto isso, as exportações somaram 16,743 bilhões de dólares em junho, atingindo em seis meses 90,237 bilhões de dólares, queda de 5,9 por cento sobre o período de janeiro a junho de 2015, também pela média diária.

Na semana passada, o Banco Central melhorou sua projeção para a balança comercial no ano, passando a prever superávit de 50 bilhões de dólares, contra 40 bilhões de dólares antes.

O MDIC manteve a estimativa de um superávit comercial de entre 45 bilhões a 50 bilhões de dólares para 2016.

(Por César Raizer; Texto de Patrícia Duarte)