Dólar sobe 1% ante real com ação do BC e em dia de feriado nos EUA

segunda-feira, 4 de julho de 2016 17:16 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em alta de 1 por cento frente ao real nesta segunda-feira após o Banco Central atuar para sustentar as cotações pela segunda sessão consecutiva, em um pregão marcado por baixo volume de negócios devido ao feriado do Dia da Independência nos Estados Unidos.

O dólar avançou 0,99 por cento, a 3,2649 reais na venda, após marcar na sexta-feira a quinta semana consecutiva de queda.

"É um dia vazio e o que temos de novidade é o BC atuando. É natural que o dólar caminhe um pouco para cima", disse o operador da corretora Spinelli José Carlos Amado.

O BC vendeu nesta manhã 10 mil swaps reversos, que equivalem a compra futura de dólares, pela segunda sessão consecutiva. Até o leilão de sexta-feira passada, o BC não usava esse instrumento desde 18 de maio.

Na sexta-feira, o presidente da autoridade monetária, Ilan Goldfajn, sinalizou que a instituição pode continuar atuando no mercado ao dizer que enxergava uma janela para reduzir sua exposição cambial.

A declaração contribuiu para impulsionar o dólar ante o real, já que muitos operadores imaginavam que Ilan estaria menos propenso a intervir do que seu antecessor, Alexandre Tombini.

Nesta sessão, o efeito da atuação do BC foi potencializado pela liquidez reduzida, com muitos investidores afastados das mesas devido ao feriado nos EUA. Apenas cerca de 115 mil contratos de dólar futuro trocaram de mãos nesta sessão, menos da metade do volume médio diário do mês passado.

"Hoje é um dia para riscar do calendário. Muita gente no mercado passou o tempo olhando para o relógio", disse o operador de uma corretora internacional.

(Por Bruno Federowski)