Eletrobras e Amazonas Energia pagam R$433 mi para evitar corte de combustível no AM

segunda-feira, 4 de julho de 2016 19:21 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Eletrobras disse que está adotando, junto com Amazonas Energia, providências para evitar o corte no fornecimento de combustível com o pagamento nesta segunda-feira de 433 milhões de reais.

O comunicado foi enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) após pedidos de esclarecimentos da autarquia sobre reportagem publicada no jornal O Estado de S. Paulo que dizia que Petrobras cortou o fornecimento de gás para o Amazonas, após calote da estatal elétrica.

"A Amazonas Energia está negociando a retomada dos repasses dos recursos da Conta CCC/Conta CDE, a fim de efetuar pagamentos aos fornecedores acima citados e assim garantir a manutenção do fornecimento de combustível", disse a Eletrobras, que estima os recursos em 8 bilhões de reais.

"Não obstante o corte de fornecimento de combustível para a UTE Aparecida e para a UTE Mauá Bloco III, não houve corte de carga no Sistema Elétrico de Manaus", acrescentou a estatal.

(Por Juliana Schincariol)