Dólar sobe 1% e vai a R$3,30 com exterior e ação do BC

terça-feira, 5 de julho de 2016 17:11 BRT
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em alta de 1 por cento, avançando pela terceira sessão consecutiva, e voltou à casa dos 3,30 reais nesta terça-feira, em nova onda de mau humor nos mercados globais com a decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia (UE) e após o Banco Central atuar novamente para sustentar as cotações.

O dólar avançou 1,11 por cento, a 3,3010 reais na venda, depois de ir a 3,3058 reais na máxima do dia. A moeda norte-americana já havia subido 0,99 por cento na sessão anterior, marcada por baixo volume de negócios devido ao feriado do Dia da Independência nos Estados Unidos.

O dólar futuro ganhava por volta de 0,9 por cento no fim da tarde.

"A semana efetivamente começa hoje e o ambiente é negativo para o real. A preocupação com (a saída britânica da UE) voltou e a atuação do BC não dá espaço para o dólar cair mais", disse o superintendente regional de câmbio da corretora SLW João Paulo de Gracia Corrêa.

O referendo britânico do mês passado gerou forte volatilidade nos mercados financeiros globais, com a perspectiva de estímulos econômicos parcialmente compensando as turbulências financeiras.

A apreensão voltou a prevalecer nesta sessão, após três fundos de imóveis comerciais britânicos no valor de cerca de 10 bilhões de libras suspenderem as negociações, no primeiro sinal de apreensão dos mercados desde a votação.

Nesta manhã, o presidente do banco central britânico, Mark Carney, afirmou que a autoridade monetária provavelmente precisará oferecer mais estímulos econômicos.

O dólar subiu mais de 2 por cento em relação ao peso mexicano, mesmo após o banco central do país aumentar os juros na semana passada para conter a pressão cambial.   Continuação...