Pricipal índice europeu fecha em queda pressionado por bancos após referendo britânico

quarta-feira, 6 de julho de 2016 14:39 BRT
 

MILÃO/LONDRES (Reuters) - As bolsa europeias recuaram nesta quarta-feira, pressionadas pelos principais bancos e por outras ações financeiras uma vez que persistem as preocupações com o impacto da decisão britânica de deixar a União Europeia (UE).

O índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 caiu 1,64 por cento, a 1.264 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 recuou 1,67 por cento, a 318 pontos.

O índice de bancos do STOXX 600 caiu 2,6 por cento e fechou na mínima desde novembro de 2011, com o Caixabank em queda de 1,6 por cento depois que o banco espanhol alertou que espera um baque de 1,25 bilhão de euros referentes a cláusulas hipotecárias.

As ações do Deutsche Bank e do Credit Suisse também atingiram mínimas recordes, com os investidores preocupados com o provável impacto da decisão britânica no dia 23 de junho de deixar a UE sobre a economia europeia e seus bancos.

O chefe de multi ativos do NN Investment Partners, Valentijn van Nieuwenhuijzen, prevê que as ações da zona do euro tenham desempenho abaixo das norte-americanas por algum tempo dado o cenário de fraqueza para a Europa.

"É improvável que as ações europeias superem as ações dos Estados Unidos enquanto a incerteza política se prolongar e o impacto sobre a economia real não possa ser avaliado. Isso pode ser um período prolongado", disse van Nieuwenhuijzen.

O setor automotivo caiu 0,8 por cento após chegar à mínima de três anos com preocupações sobre o efeito da decisão do Reino Unido na economia europeia.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 1,25 por cento, a 6.463 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,67 por cento, a 9.373 pontos.   Continuação...