Brexit poderia ter impacto negativo "significativo" na zona do euro, diz BCE

quinta-feira, 7 de julho de 2016 10:30 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - A decisão britânica para deixar a União Europeia (UE) poderia ser significativamente negativa para a zona do euro, afetando um cenário de crescimento que já enfrenta empecilhos, disse o Banco Central Europeu (BCE) na ata do sua reunião de 2 de junho, realizada antes do referendo.

O crescimento tem sido dificultado por um ambiente externo fraco, particularmente nos mercados emergentes, e contínua desalavancagem de empresas da zona do euro, e os riscos continua existindo, concluíram as autoridades.

"No evento de o Reino Unido votar pela saída, ...isto é, um 'Brexit', poderá haver consequências negativas significativas, ainda que difíceis de prever, para a zona do euro através de vários canais, inclusive comércio e mercados financeiros", apontou o BCE.

O BCE afirmou que será necessário tempo para ver o efeito total de suas medidas de afrouxamento da política monetária, que já foram reveladas mas ainda não totalmente implementadas, particularmente as compras de títulos corporativos e uma nova rodada de empréstimos baratos.

O tom de cautela do BCE foi similar ao do Federal Reserve, banco central norte-americano, que disse na quarta-feira que irá manter a taxa de juros até ter uma compreensão das consequências da decisão britânica de deixar a UE.

(Por Balazs Koranyi)