Governo deve definir déficit primário de R$140 bi a R$150 bi em 2017, com mais imposto, diz fonte da equipe econômica

quinta-feira, 7 de julho de 2016 11:22 BRT
 

SÃO PAULO/BRASÍLIA (Reuters) - O governo está finalizando a nova meta fiscal de 2017 e ela deve mostrar rombo primário de 140 bilhões a 150 bilhões de reais, afirmou à Reuters uma fonte da equipe econômica nesta quinta-feira.

Segundo a fonte, e meta deve levar em consideração alguns "poucos" aumentos de impostos, sendo o mais representativo o da Cide, aplicado sobre combustíveis.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anuncia a meta fiscal de 2017 por volta das 12h.

(Por Patrícia Duarte e Alonso Soto)