Dólar segue exterior e cai abaixo de R$3,30, apesar de BC

terça-feira, 12 de julho de 2016 17:13 BRT
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em queda e abaixo de 3,30 reais nesta terça-feira, reagindo a esperanças de estímulos econômicos no Japão e no Reino Unido, mesmo após o Banco Central brasileiro intervir novamente para sustentar as cotações.

O dólar recuou 0,36 por cento, a 3,2980 reais na venda, enquanto o dólar futuro caía cerca de 0,40 por cento no fim da tarde.

"Todo o nervosismo (no exterior) que vimos no mês passado deu lugar a uma recuperação impressionante no humor, em todo o mundo. O Brasil é um dos principais beneficiados porque o mercado está dando o benefício da dúvida para o governo", disse o superintendente regional de câmbio da corretora SLW João Paulo de Gracia Corrêa.

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, encomendou um pacote de novos estímulos econômicos para até o fim deste mês. Já o presidente do Banco da Inglaterra, Mark Carney, sinalizou novamente mais estímulos nesta terça-feira. [nL1N19Y072] [nL1N19Y0CZ]

A perspectiva de medidas de governos e bancos centrais vem se sobrepondo às preocupações com o impacto econômico da opção britânica por deixar a União Europeia (UE), que pressionou o humor dos investidores no mês passado.

Os índices acionários norte-americanos Dow Jones e Standard & Poor's 500 fecharam com novas máximas histórica nesta sessão. [nE6N19G04I]

"A semana começou muito bem, o sentimento está positivo em todo o mundo", disse o operador da corretora B&T Marcos Trabbold.

O arrefecimento das turbulências políticas no Reino Unido após a ascensão de Theresa May ao cargo de primeira-ministra também contribuiu para sustentar o apetite por ativos mais arriscados, como aqueles denominados em moedas emergentes. [nL1N19X15P]   Continuação...