Mercados da China fecham em alta por expectativas de estímulo

quarta-feira, 13 de julho de 2016 07:37 BRT
 

XANGAI/TÓQUIO (Reuters) - As bolsas da China fecharam em alta nesta quarta-feira com os investidores apostando em mais estímulos fiscais e monetários no segundo semestre de 2016, após a divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) na sexta-feira.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,3 por cento, enquanto o índice de Xangai avançou 0,36 por cento.

O crescimento econômico da China provavelmente desacelerou para nova mínima de sete anos de 6,6 por cento no segundo trimestre uma vez que o setor industrial e o impulso dos serviços financeiros perderam força, de acordo com pesquisa da Reuters junto a 61 economistas.

Já o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 0,57 por cento às 7:35, a 428,11 pontos, pouco abaixo da máxima deste ano de 428,22 atingida em 21 de abril.

Os mercados asiáticos eram impulsionados por perspectivas de sólido crescimento nos Estados Unidos e política econômica expansionista nos principais mercados, o que aguçava o apetite por risco dos investidores.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,84 por cento, a 16.231 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,46 por cento, a 21.322 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,36 por cento, a 3.060 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,30 por cento, a 3.282 pontos.   Continuação...