Vendas de materiais de construção recuam 10,8% em junho, diz Abramat

quarta-feira, 13 de julho de 2016 10:14 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas de materiais de construção caíram 10,8 por cento em junho na comparação anual, informou nesta quarta-feira a Abramat, associação que representa o setor.

Assim, no acumulado do ano as vendas caíram 14,3 por cento. A Abramat projeta recuo de 8 por cento em 2016.

Em relação a maio, o recuo foi de 3,8 por cento.

"As condições negativas na economia continuam a afetar o desempenho da indústria. Estamos na expectativa de uma retomada do crédito para reformas e do anunciado estímulo à infraestrutura via concessões e PPPs (parceria público- privada)", disse em nota o presidente da Abramat, Walter Cover.

A Abramat prevê melhora dos resultados a partir de julho, devido à fraca base de comparação do segundo semestre de 2015.

Confirmada uma redução na inflação e a estabilização no nível de desemprego, a entidade prevê melhora nas vendas especialmente de materiais de acabamento. Já as vendas de materiais de base deve seguir fraca, devido à baixa atividade das construtoras, prevê a Abramat.

Em junho, a indústria de base teve queda de 13,7 por cento na comparação anual e de 3,8 por cento ante maio. Já as vendas de materiais de acabamento recuaram 6,5 por cento ante junho de 2015 e 3,6 por cento em relação ao mês anterior.

O nível de emprego no setor recuou 9,7 por cento em junho, acrescentou a Abramat.

(Por Juliana Schincariol)