Índices europeus recuam de máximas de 3 semanas após BC britânico não mexer nos juros

quinta-feira, 14 de julho de 2016 09:27 BRT
 

LONDRES (Reuters) - As bolsas europeias saíram da máxima de três semanas nesta quinta-feira após o banco central britânico surpreender os investidores e não mexer na taxa de juros nesta manhã.

Às 9h23 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 subia 0,93 por cento, a 1.338 pontos. O índice pan-europeu STOXX 600 tinha alta de 0,85 por cento, a 338 pontos.

Mais cedo, ambos chegaram à máxima desde 23 de junho, dia em que os britânicos votaram em referendo por deixar a União Europeia (UE).

As ações europeias devolveram parte dos ganhos depois que o Banco da Inglaterra decidiu manter os juros em 0,5 por cento. A maioria dos economistas que participaram de pesquisa da Reuters esperava que a autoridade monetária cortasse a taxa para 0,25 por cento buscando proteger a economia do choque da decisão pela saída da UE.

"Embora o Comitê de Política Monetária tenha surpreendido muitos ao manter a política monetária, ainda esperamos um afrouxamento no futuro próximo", disse em nota o chefe de investimentos do State Street Global Advisors, Bill Street.

O mercado tem se recuperado de fortes vendas após o referendo, em parte devido às expectativas de mais estímulos por bancos centrais. Desde a decisão, o FTSEurofirst acumula queda de apenas 1,9 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançava 0,13 por cento, a 6.679 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subia 1,28 por cento, a 10.057 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhava 1,05 por cento, a 4.380 pontos.   Continuação...